Planejamento Familiar – Como Planejar a Chegada dos Filhos?

Planejamento familiar chegada dos filhos

Qual a Importância do planejamento familiar na vida de um casal e quais pontos incluir em seu orçamento?

Já se foi à época em que a mulher era exclusivamente uma dona de casa. Onde dedicava todo seu tempo para cuidar dos afazeres domésticos e especialmente da família. Hoje a mulher tem o seu próprio emprego, é independente e cada vez mais o planejamento familiar se torna indispensável para uma melhor qualidade de vida de qualquer casal.

Assim, sabemos que toda mulher em sua essência maternal, na maioria das vezes possui um forte desejo por ter um bebê. Em meio à crise econômica em que nosso país se encontra, é de suma importância que o casal adote um planejamento familiar.

Hoje mostraremos quais as melhores formas de planejar a chegada de um filho e também como se prevenir de uma gravidez não planejada, o que colocaria em risco sua vida financeira. Confira!

Quais as prioridades de um planejamento familiar para o primeiro filho?

Quando pensamos em planejamento financeiro, devemos levar em conta todo tipo de gasto mínimo. Tudo deve ser colocado no papel, desde os preparativos pré-concepção até os preparativos após a maternidade seguindo para o crescimento e a formação da criança.

Um planejamento familiar deverá ser feito no mínimo 1 ano antes de conceber a criança, pois quanto mais antecipado melhor será a reserva financeira do casal, garantindo a segurança diante de futuras crises financeiras.

O ideal é que o casal inicialmente abra uma poupança exclusiva para a criação e manutenção de gastos com o bebê. Este investimento será destinado para cuidados após o nascimento e também para investimentos futuros na educação da criança.

1° Etapa – Confirmação da Gravidez

Neste primeiro momento de descoberta da gravidez, deve ser levado em conta os principais gastos e despesas da fase pré-natal.

Neste período a mulher terá mais liberdade, por conta da licença-maternidade, para planejar melhor os preparativos para a chegada de seu primeiro filho. Veja os principais pontos a serem anotados em seu planejamento familiar:

  • Exames periódicos de acompanhamento do bebê;
  • Itens para o enxoval do bebê;
  • Móveis e decoração do quartinho;
  • Construção e decoração do quarto;
  • Carrinho de bebê;
  • Fraldas de tamanhos variados;
  • Preparação do chá-de-bebê ou do famoso chá de revelação que é a escolha do momento.

2° Etapa – O Pós-Parto

Esta etapa é considerada a mais “cara” do orçamento, que exigirá maior reserva financeira para cuidados especiais.

Este é o período mais sensível do bebê, o casal deverá ter uma reserva extra para cobrir eventuais acontecimentos inesperados como:

  • Orçamento dedicado a medicamentos para o bebê;
  • Reserva para higiene saudável;
  • Complementos para uma alimentação adequada;
  • Outra parcela dedicada a itens de vestuário;
  • Orçamento para lazer e diversão.

3° Etapa – Escola e Creche

 Nos dias de hoje é comum que as mulheres deixem seus bebês em creches, escolinhas apropriadas, babás ou sob os cuidados de algum parente próximo.

A maioria das mulheres não possui condições de acompanhar 100% o crescimento de seu filho por conta do trabalho, e é onde mais alguns pontos deverão ser adicionados ao seu planejamento familiar:

Quanto às creches:

  • Reserva para materiais escolares;
  • Alimentação complementar;
  • Cuidados para higiene diária;

Quanto às escolinhas:

  • Orçamento para matrículas;
  • Reserva para vestuário ou uniformes adequados;
  • Reserva para materiais escolares;
  • Parcela para transporte escolar;
  • Alimentação complementar.

Quanto às babás:

  • Pesquisar contratação de babá mensal;
  • Direitos trabalhistas;
  • Manutenção de alimentação diária.

4° Etapa – Desenvolvimento da Criança

É necessário também que o casal deverá manter e atualizar os gastos com um filho durante todo seu desenvolvimento.

Até 21 anos os pais dedicam 30% de seu orçamento destinado a educação, lazer, alimentação e saúde, é o que mostra uma pesquisa realizada pelo Instituto de Vendas e Trade Marketing.

Portanto é de extrema importância que haja um planejamento financeiro antecipado, que dará ao casal uma qualidade de vida essencial para o bem-estar de todos.

Além disso, um planejamento familiar traz em sua importância a prevenção de uma gravidez não planejada, que nos dias de hoje causa uma grande turbulência no orçamento do casal, resultando desentendimentos, desunião e desarmonia entre o casal. Então vale a pena ficar ligada nos acontecimentos pra não ser pega de surpresa.

Leia também: Como fica o sexo após o Parto? e também sobre o Ciúmes

Author: Karla Costa

De BH/MG, casada, mãe de duas filhas, especialista em gestão de pessoas e de negócios.

Share This Post On
468 ad

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.